XVII Congresso Brasileiro de Aterosclerose

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Comparação do perfil clínico e lipídico entre coortes de Infarto Agudo do Miocardio

Resumo

Introdução: Nas ultimas décadas, houve uma significativa redução na mortalidade por infarto agudo do miocárdio (IAM). Contribuem para esse declínio numerosos estudos e programas assistenciais para aprimorar estratégias de prevenção e tratamento de doenças cardiovasculares. Objetivo:Comparar o perfil demográfico e lipídico entre coortes de IAM com supradesnivelamento do segmento ST (IAMCSST). Métodos: Dados de uma rede do município de São Paulo (SP-STEMI) para tratamento de IAMCSST, no período de 2010-2019, foram comparados com dois registros internacionais: Korea Acute Myocardial Infarction Registry 2017(KAMIR) e French Registry on Acute ST-elevation elevation Myocardial Infarction 2015(FAST-MI). Variáveis categóricas foram comparadas pelo teste qui-quadrado e as numéricas pelo Wilcoxon. Resultados:A mediana de idade na coorte SP-STEMI foi 58 anos, significativamente menor em comparação com KAMIR e FAST-MI (63 anos; p<0,01). Houve maior prevalência de pacientes do sexo feminino, com hipertensão arterial sistêmica (HAS) e diabetes mellitus (DM) na SP-STEMI em relação às outras coortes. Os níveis de colesterol total (CT) e frações não foram diferentes entre as coortes brasileira e francesa, porém ambos foram significativamente maiores em relação à coorte sul-coreana. Não houve diferença estatística entre os níveis de triglicérides entre as populações (Tabela). Conclusão:Uma rede de tratamento de IAMCSST no município de São Paulo possui um perfil clínico-demográfico de elevado risco em comparação a registros internacionais, com maior porcentagem de HAS e DM, além de incidência de IAM em pacientes mais jovens. Os níveis lipídicos entre SP-STEMI e FAST-MI não foram significativamente diferentes, porém o grupo KAMIR apresentou níveis de colesterol total e LDL menores. Levanta-se a hipótese de que características socioeconômicas, culturais e genéticas poderiam determinar perfil clínico diferente entre os grupos.

  SP-STEMI (G1) n=2456 KAMIR (G2) n=6246 G1 vs G2 (valor-p) FAST-MI (G3) n=1872 G1 vs G3 (valor-p)
Idade 58 (51-66) 63 (51-73) <0,01 63 (50-71) <0,01
Feminino 30,3% 22,3% <0,01 25% <0,01
Diabetes 30% 24,8% <0,01 17% <0,01
HAS 56,9% 47% <0,01 45% <0,01
CT 196 (167-229) 180,6 (± 46) <0,01 199 0,241
HDL 40 (33-48) 42,6 (± 12,3) <0,01 45 (34-53) <0,01
LDL 124 (100-153) 113,8 (± 38) <0,01 123 (101-151) 0,31
Triglicérides 129 (91-188) 139,8 ± (±45) 0,64 136 (±50) 0,60

 

Área

Pesquisa Básica

Instituições

HOSPITAL SÃO PAULO – UNIFESP - Sao Paulo - Brasil

Autores

PEDRO PERILLO MAGALHAES DISCONZZI DE SA, Lorraine Lorene Felix Cardoso, Danielle Navarro Sato, Raphaela de Oliveira Rodrigues, João Paulo dos Santos Barenco Pinto, Renan Andrey Pontes Cruz, Iran Gonçalves Junior, Adriano Pereira Barbosa, Pedro Ivo de Marqui Moraes